PF prende homem envolvido no roubo de 94 milhões de cruzeiro há quase 40 anos entre Caraúbas e Olho D'água do Borges

Crime é considerado pela corporação o maior da história do estado e um dos maiores do país. Dinheiro era levado para agricultores inscritos em plano de emergência contra a seca.
Polícia Federal no Rio Grande do Norte — Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal prendeu, nesta terça-feira (3), um homem que integrava o bando que realizou o maior roubo da história do Rio Grande do Norte, há quase 40 anos. De acordo com a corporação, o agricultor, foragido da Justiça, tinha sido condenado a 36 anos de reclusão, por participar do crime que levou 96 milhões de cruzeiros.

A prisão aconteceu no distrito de Cobé, em Vera Cruz, na Região Metropolitana de Natal, em cumprimento ao mandado judicial de prisão expedido pela 14ª Vara Federal do Rio Grande do Norte.

De acordo com a PF, o homem tinha sido condenado por participar, em 1982, da quadrilha que roubou os malotes com dinheiro destinado ao pagamento dos trabalhadores rurais inscritos no Plano de Emergência contra a Seca, que eram transportados na rodovia RN-117, entre os municípios de Caraúbas e Olho D´Água do Borges, na Região Oeste Potiguar.
O evento criminoso, "o maior da história do Rio Grande do Norte e um dos maiores do país", ficou conhecido como o “Roubo da Emergência”, quando 94 milhões de cruzeiros foram levados pelo bando.

Além do envolvimento com o roubo, o homem foi preso também, por ser coparticipante em um quádruplo homicídio que resultou, inclusive, na morte de uma criança de 6 anos.

Após passar por exame de corpo de delito no Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep), ele foi transferido para o Sistema Prisional do Rio Grande do Norte, ficando à disposição da Justiça, onde deverá cumprir a pena.

Fonte: G1-RN

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo