Sociedade de Apodi condena homem acusado de matar cunhada de 12 anos de idade

A sociedade apodiense, através do Conselho de Sentença do Tribunal do Juri Popular da comarca daquela cidade, decidiu por condenar o réu, Paulo Batista de Sousa, por ter matado sua cunhada, Maria Carla da Silva, na época com 12 anos de idade, crime ocorrido no dia no dia 18 ide setembro de 2018 na cidade de Apodi.

De acordo com o laudo do Itep, Maria Clara, foi morta por estrangulamento e seu corpo só foi encontrado um dia antes de completar um mês do seu desaparecimento, ou seja em 17 de outubro do mesmo ano. O julgamento ocorreu nesta quinta feira 07 de novembro no Fórum da justiça da comarca de Apodi, na região Oeste Potiguar.

Paulo Batista, réu confesso do crime, foi condenado a 23 anos e 9 meses de prisão em regime fechado, pena que deverá ser cumprida na Penitenciária Agrícola Mário Negócio em Mossoró.

Na defesa do réu atuou o advogado William Lopes Guerra e na acusação representando o Ministério Público, o promotor Roberto. O réu Paulo Batista já tem condenação de 8 anos de prisão por crime de estupro, contra uma irmão da menina Maria Clara, ocorrido também na cidade de Apodí.

Fonte: Fim da Linha

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo