Preso por violência doméstica a cerca de cinco dias, surta e acaba morrendo na Cadeia Pública de Mossoró

O preso provisório custodiado na Cadeia Pública de Mossoró, Vagner Marinho da Silva de 29 anos, morreu na manhã desta quarta-feira, 20 de novembro de 2019, no interior da unidade prisional, após surtar devido abstinência de álcool.

Segundo informações da direção do presídio, Vagner Marinho chegou a Cadeia Pública a cerca de cinco dias, depois de ter sido preso e autuado em flagrante por crime de violência doméstica (Maria da penha), praticada contra a sua companheira.

Dois dias depois ele teve um prinicípio de surto psicótico por abstinência a bebida alcoólica, foi medicado e melhorou. No ínicio da manhã de hoje, quarta feira, o preso voltou a surtar e dessa vez de maior intensidade, ficando ele se debatendo pelas paredes da cela. O Samu foi acionado, mas quando a equipe chegou na unidade prisional, o preso já estava em óbito.

O corpo foi removido, após perícia no local e encaminhado para ser examinado no Instituto Médico legal. Somente após a necropsia é que será definida a causa da morte do preso.
Fonte: Fim da Linha

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo