Polícia Civil do RN participa de Operação nacional para prender investigados por homicídios e feminicídios

Na manhã desta terça-feira (28), policiais civis de diversas delegacias, tanto da Grande Natal, quanto do interior, participaram da Operação Cronos II, que foi deflagrada em todo o país, com o objetivo de prender investigados por crimes de homicídios e feminicídio. Até o momento, no Rio Grande do Norte, foram presas 33 pessoas. Destas, 11 foram presas por homicídio, 11 por roubo, 5 por tráfico de drogas, 3 por posse ilegal de arma de fogo, 2 por violência doméstica e 1 por estupro de vulnerável.

A Operação Cronos II é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis (CONCPC) e conta com apoio do Ministério da Segurança Pública (MSP). A escolha do nome Cronos vem da referência à supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime

Cronos I – em agosto de 2018, a Polícia Civil do RN participou da primeira Operação que prendeu 21 pessoas no Estado, mediante o cumprimento de mandados de prisões. Foram presos investigados pelos crimes de feminicídios (consumados e tentados), estupro e estupro de vulnerável. Também foram presos suspeitos que descumpriram medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.

Esta é a segunda fase da operação Cronos, coordenada pelo Ministério da Justiça, que tem apoio do Ministério da Segurança Pública (MSP) e é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis (CONCPC). Na época, mais de mil pessoas foram presas em todo o país e 75 adolescentes foram apreendidos e a ação contou com aproximadamente 6,6 mil policiais civis.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo