Seleção de Triunfo Potiguar é campeã da Copa Oeste de Futebol

O Estádio Leonardo Nogueira foi palco na decisão da Copa Oeste de Futebol. As seleções de Serra do Mel e Triunfo Potiguar, chegaram a final, depois de campanhas impecáveis, dignas de vencedores. As duas equipes, em igualada de condições, travaram um belo espetáculo futebolístico. O próprio placar do embate mostrou o equilíbrio dos finalistas.

Triunfo Potiguar, com dois gols do artilheiro da competição, Jefinho, venceu Serra do Mel por 2 X 1.
Para os serramelenses, marcou o atacante Danúbio.
Os atletas da cidade de Triunfo Potiguar, abriram o placar, quando Jefinho, de cabeça, colocou a bola no fundo das redes de Maykon. Mas Serra do Mel deu o troco de imediato. Danúbio, com a elegância dos grandes atacantes, empatou, subindo mais alto que os zagueiros da equipe adversária.

O embate ganhou novos ares, o jogo ficou muito mais aguerrido. Ambas as equipes buscavam o gol a todo instante. Marcelo carimbou a meta do goleiro Diago. A adrenalina tomou conta de jogadores e torcida, que em grande número prestigiou o jogo final da Copa Oeste.

Somente no segundo tempo, novamente Jefinho colocou a seleção de Triunfo Potiguar na frente. Após escanteio muito bem cobrado, o artilheiro da Copa Oeste deu cifras finais ao duelo, fazendo com que Triunfo Potiguar comemora-se o primeiro título da referida Copa.

Apesar de Serra do Mel pressionar, a zaga triunfense suportou a pressão. Coesa, firme e compacta, a defesa manteve sempre a bola longe da área de Triunfo Potiguar. Enquanto o ataque tentava ampliar o marcador. A melhor chance deu-se com Jeferson Thomas.

Nos minutos finais, a trave salvadora manteve o placar, após cabeceio de Adeílson, que avia entrado no lugar do autor único de Serra do Mel, Danúbio. E a terceira bola na trave do Triunfo Potiguar, veio por meio do zagueiro Denha, que subiu ao ataque, para tentar o empate.

Já chegando ao término, Thiago Potiguar por muito pouco não marca o 3º gol para a equipe comandada pelo técnico campeão Márcio Cardoso.

Quando o árbitro Gilson Diógenes apitou o final do jogo, a comemoração inédita do Triunfo Potiguar, emocionou muitos jogadores, membros da comissão técnica e torcedores, que compareceram em considerado número ao estádio.

Eleito o melhor goleiro, Diago, do Triunfo Potiguar, ajudou a fazer "cabelo, barba e bigode", tendo em vista que a seleção triunfense, além do título, conquistou Melhor goleiro e artilheiro da Copa Oeste 2018.

Quem levantou o troféu de campeão, foi o capitão Nildo.

Na final, a seleção de Triunfo Potiguar teve a seguinte escalação:
Thiago, Galego (Jaílson), Nildo, Alemão e Roldão Neto; Marcos Antonio, Hugo (Fabiano), Breno (Isac), Jefferson Thomas (Luiz Henrique) e Thiago Potiguar (Elismar); Jefinho.
Técnico Márcio Cardoso

Já a seleção de Serra do Mel, que em muito valorizou a conquista triunfense, foi formada por:
Maykon, Wallace (Diego), Damião e Denha (Renato); Cosme, Didi (Jonathan), Clebinho, Renan Potiguar (Jefferson) e Anailson; Marcelo e Danúbio (Adeílson).
Técnico Rogério Justino

Fonte: Blog RN Política em Dia

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo