Câmara Municipal de Campo Grande propõe emendas ao Projeto de lei orçamentária anual para 2019

Foto Ilustrativa

O projeto de lei 013/2018, que estima a receita e fixa a despesa do município para 2019 foi apreciado na reunião das comissões temáticas da Câmara Municipal de Campo Grande na manhã desta terça-feira (13/11).

O total previsto para a administração direta no ano que vem, considerando recursos próprios, arrecadação, transferências estaduais e federais, é de R$ 38,2 milhões, um aumento de 6,5 em relação a 2018. Desse montante, cerca de 26 milhões corresponde ao “Orçamento Fiscal” e 12,2 milhões do orçamento da “Seguridade Social”.

De forma ordenada, os membros da comissão de Constituição, Justiça e Redação e da comissão de Orçamento e Fiscalização, além dos demais vereadores, dividiram a apreciação do projeto por área de atuação, onde puderam propor emendas ao orçamento 2019, adequando a peça orçamentária a realidade do nosso município.

De acordo com o projeto da LOA, as despesas com saúde no ano que vem devem ser da ordem de R$ 9,8 milhões e em Educação de cerca de R$ 12 milhões. O funcionalismo representa 39,36% das despesas (Cerca de R$ 15 milhões).

O projeto de lei orçamentária, que tem como referências a Lei de Diretrizes Orçamentárias e o Plano Plurianual 2018-2021, será votado em primeiro turno durante a sessão ordinária que acontecerá nesta quarta-feira, 14/11, às 9h, no Palácio Silvino Liberato da Silva.

Esteve presente na reunião o consultor contábil da prefeitura municipal, o sr. Alferes Xavier, que esclareceu dúvidas dos vereadores durante encontro.

Fonte: Blog do Vereador Vagner Souza

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo