Assessoria do Ex-Prefeito Bibi de Nenca emite esclarecimentos acerca da nota postada pela Prefeitura Municipal de Campo Grande

A Assessoria do ex-prefeito Bibi de Nenca vem a público esclarecer e rechaçar as informações constantes na nota de esclarecimento emitida pela Prefeitura Municipal de Campo Grande e publicada através de seu site oficial e do blog CG Play.

Inicialmente, é com profunda tristeza e indignação que observamos a reiterada prática dos atuais gestores da Prefeitura Municipal de Campo Grande em tentar denegrir e ofuscar os feitos da administração passada, na vã tentativa de justificar ou esconder os atos irresponsáveis e negligentes praticados pela gestão que hoje está à frente do Executivo Municipal.

Sendo assim, ressalta-se que a nota de esclarecimento publicada pelo Excelentíssimo Senhor Prefeito é lastreada em informações totalmente inconsistentes e inverídicas que não guardam nenhuma relação com a realidade fática do caso.

Ora, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte – COSERN foi absolutamente clara ao informar que o desligamento da iluminação pública do Conjunto Miguel Brito de Melo (Conjunto dos Pescadores) se deu em virtude de uma ligação clandestina, popularmente conhecida como “gato”, realizada pela Prefeitura Municipal de Campo Grande em julho de 2017, não tendo qualquer correspondência com gestões passadas.

Noutro enfoque, quanto a informação constante na nota de que a Prefeitura teria recebido uma multa de R$ 44.221,02 (quarenta e quatro mil, duzentos e vinte e um reais e dois centavos), em razão de ligações clandestinas feitas na gestão passada, trata-se de notícia integralmente falaciosa e inverídica, não havendo qualquer indicio de irregularidade no período em que o ex-prefeito Bibi de Nenca esteve à frente do Executivo, conforme pode ser constatado no Relatório de Transição de Governo entregue aos atuais gestores e a todos os órgãos fiscalizadores e de controle externo.

No mesmo sentido, frisa-se que é no mínimo ilógico que a cobrança de débitos supostamente deixados pela gestão passada em virtude de ligações clandestinas venham a ser apresentadas tanto tempo depois, pois é sabido por todos que nesses casos a concessionária de energia interrompe imediatamente o fornecimento, como ocorreu no caso do Conjunto dos Pescadores.

É com perplexidade, portanto, que tomamos conhecimento da presente “nota”, sobretudo pelo zelo e o cuidado que a gestão anterior dedicou a coisa pública, deixando uma prefeitura sem qualquer débito e com um saldo de mais de 2 milhões de reais em conta.

Desta forma, concluímos repetindo que é chegada a hora de desarmar os palanques eleitorais e lutar por uma Campo Grande cada vez melhor para todos, reconhecendo os feitos do passado para que se possam concretizar novas conquistas.

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo