População reclama de constante falta de médicos no Hospital Regional de Caraúbas

A falta de médicos no Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira da Silva em Caraúbas (RN), já é um problema antigo e agora está cada vez pior. Os Moradores do município estão revoltados com a falta de atendimento médico e procuraram a reportagem do site Icém Caraúbas.

As cenas dramáticas estão se repetindo constantemente quando a população procura atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A crise chega ao ponto máximo nos fins de semana, que raramente se encontra médicos de plantão, pois simplesmente não vão trabalhar deixando a população sem saber o que fazer com seus familiares doentes.

Todos reconhecem que é preciso aumentar o número de médicos no Hospital Regional de Caraúbas. A jovem Jamila disse que reclamar não adianta. “Devem procurar os órgãos competentes que resolva o caso. Um hospital desse não pode ficar assim. O Estado tem por obrigação garantir saúde e assistência para quem dela necessitar. Torso que eles olhem para a população e faça valer seus direitos. É muito ruim a falta de assistência médica!”, ressaltou a jovem Jamile.

A diretora Leudimar Lima, que tem realizado um excelente trabalho na Unidade Regional de Caraúbas, tem cumprido com seu papel como gestora, procurando todas as soluções possíveis para resolver esse impasse, no entanto, os médicos continuam sem prestar os serviços prejudicando a população.

Algo que é pedido muito pela população é que os médicos faltosos fiquem com falta, que só assim, quando eles (Os médicos) sentirem no bolso começam a trabalhar. Em termos de esclarecimento à população, a direção do Hospital está colocando falta nos médicos faltosos e mesmo assim, os médicos estão descumprindo a escala de plantão.

Conforme a mãe, a pequena Layane, 3 anos, estava com uma forte infecção de garganta que impossibilitava ela até de se alimentar corretamente, chegando a ter vômitos com sangue, além de apresentar febre alta. Caso que é considerado gravíssimo.

A mãe voltou para casa sem atendimento neste final de semana e automedicou Layane, mas o estado de saúde da menina se agravou e a mãe viajou cerca de 40 km até a cidade de Apodi (RN) onde finalmente conseguiu atendimento no Hospital Regional Hélio Morais Marinho. Fora de perigo, Layane passa bem e se recupera com ajuda de antibióticos.
Fonte: Icém Caraúbas

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo