Servidores públicos em Apodi rejeitam proposta do executivo e continuam em greve

Na manhã desta quarta-feira 22, os servidores públicos de Apodi que estão em greve desde o dia 01 de junho, se reuniram em assembleia geral, atendendo recomendação do MP e deliberando sobre o andamento do movimento paredista que foi deflagrado entre todas as categorias.

Os servidores analisaram uma proposta do executivo de premia os profissionais do magistério através da progressão de letras a partir de outubro próximo, deixando de fora as outras categorias para ser decidida de forma isolada, de forma unanime os servidores rejeitaram a referida proposta e optaram pela continuidade da greve.

Para o presidente do SINTRAPMA professor Ozamir Lima, houve um avanço, mas a decisão compete aos servidores. “Entendemos que houve um avanço com a proposta do executivo, no entanto não podemos passar por cima de uma decisão unanime das categorias, e o que elas decidiram vamos acatar”, ressaltou.

O setor jurídico do sindicato também se manifestou na assembleia e frisou que está pronto para atuar, caso haja desconto da folha de pagamento dos servidores em detrimento da greve, uma situação temida pelos funcionários públicos municipais.

Outra decisão das categorias é o envio de uma contraproposta ao poder o executivo, que premie todas as categorias e não uma de forma isolada como foi a enviada ao SINTRAPMA.
Fonte: Blog do Josenias Freitas

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo