Inconformado com separação, agricultor mata esposa com tiro na cabeça em Itajá

A dona de casa Aryane Davine Lima, de 22 anos, foi assassinada com um tiro na cabeça na madrugada desta sexta-feira (24) no município de Itajá, na região do Vale do Açu. O principal suspeito do crime é o seu esposo, o agricultor Kelce Saraiva, que está foragido.

Segundo o sargento Adibens Fortunato, comandante do Destacamento da Polícia Militar local, o motivo teria sido porque o agricultor não aceitava o fim do seu casamento.

“Eles estavam em processo de separação. O Kelce estava inconformado e queria reatar”, contou Adibens ao MOSSORÓ HOJE.

Antes de atirar na esposa, o suspeito passou na casa dos familiares dela e os ameaçou de morte. Testemunhas revelaram que ele cogitou matar os filhos e depois tirar a própria vida.

Aryane foi atingida com tiro na cabeça e foi socorrida ao Hospital Regional de Assú, mas não resistiu. O agricultor fugiu com destino à zona rural de Ipanguaçu e está sendo procurado pela polícia.

Ao ser questionado sobre o comportamento do suspeito, Adibens disse que ele era uma pessoa tranquila e que nunca tinha se envolvido com nada ilícito. “Era um homem tranquilo. Não tinha queixa dele por aqui”, frisou.

Até a manhã desta sexta-feira (24), o corpo da dona de casa ainda não tinha chegado ao ITEP para ser examinado. O assassinato será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Assú.

Fonte: Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo