Acusado de matar menino de 11 anos é preso dentro do Fórum em Mossoró

O acusado de matar o menino Luiz Luan Pereira da Costa, de 11 anos, na madrugada do dia 17 de outubro de 2014, no bairro Belo Horizonte, em Mossoró/RN, foi preso no início da tarde desta quinta-feira, dia 31, ao sair do Fórum Silveira Martins num táxi.

O motivo da prisão de Lucas Vinícius de Araújo Dantas, de 19 anos, foi que, depois de prestar depoimento ao juiz e ao promotor de Justiça, ele passou em frente a mãe de Luiz Luan dentro do Fórum e simulou, com o dedo, que ia cortar o pescoço da mãe do garoto.

A mãe do garoto (nome preservado) gritou. Lucas Vinícius ainda tentou fugir do Fórum Silveira Martins num táxi, porém, o policial que trabalha na guarda saiu em perseguição por meios próprios e o prendeu, dando assim voz prisão em flagrante por ameaça.

Após a prisão, Lucas Vinicius foi colocado na carceragem do Fórum. Ainda na tarde desta quinta-feira, 31, o réu será levado para ser autuado em flagrante e depois conduzido para aguardar decisão judicial posterior preso na Cadeia Pública de Mossoró.

O promotor de Justiça Ítalo Moreira Martins, que estava na audiência de instrução do processo contra Lucas Vinícius, disse que ficou impressionado com a audácia. “Com certeza vou requerer ao juiz do processo a prisão preventiva”, diz o promotor de Justiça.

Ainda conforme Ítalo Moreira, ao simular que ia cortar o pescoço da mãe da vítima, Lucas Vinícius afrontou o Poder Judiciário dentro do Fórum Silveira Martins. Na interpretação do promotor, se fez o que fez na casa da Justiça, faz pior fora.

Em contato com MOSSORÓ HOJE, o juiz confirmou o pedido e já informou que decretou a prisão preventiva de Lucas Vinícius.

Lucas também figura como suspeito de executar o pai de Luan

O pai do menino Luiz Luan, o pedreiro Francisco Leôncio Matias da Costa, de 43 anos, foi executado com tiros na cabeça no bairro Aeroporto II, no dia 25 de dezembro de 2015. Lucas é o principal suspeito de ter cometido este crime, que se encontra em investigação.

Luan foi executado quando dormia dentro de casa
Sobre a morte de Luiz Luan, o Ministério Público Estadual relata na ação contra Lucas Vinícius que o mesmo aliciou um menor para, juntos, executarem Luiz Luan.

Conforme a peça, Lucas bateu na porta da casa e a mãe da vítima abriu, sendo rendida com arma na cabeça, enquanto o menor foi até o quarto e executou Luan.

O crime causou revolta nos moradores do Bairro Belo Horizonte. O caso foi investigado e o processo terminou sendo concluído com Lucas Vinicius indiciado.

Na Justiça, a mãe do menino Luan ficou frente a frente com Lucas Vinicius e o reconheceu como sendo a pessoa que ficou com a arma na cabeça dela enquanto o outro matava seu filho.

Após a audiência, Lucas saiu por uma porta e a mãe de Luan pela outra. No corredor do Fórum, Lucas Vinícius passou pela mãe e passou o dedo na garganta, insinuando que ia matá-la.

Fonte: Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo