Detento da Cadeia pública de Caraúbas é aprovado em Direito na Ufersa em Mossoró

Alexsander Silveira, conhecido por Alex Gaúcho, de 33 anos, foi aprovado no curso de Direto da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), campus Mossoró, Rio Grande do Norte.

O caso

Alexsander foi preso em 2013, pelo crime de pedofilia, na época o mesmo era gerente de relacionamento da agência do Banco do Brasil do município de Campo Grande/RN.

Na época o delegado pediu a prisão preventiva e de busca e apreensão Alexsander Silveira e também da sua mulher, uma jovem de apenas 16 anos, que, por orientação do marido, estava atraindo com dinheiro e bens materiais, crianças de 10 a 14 para se relacionar sexualmente com eles na residência. A justiça acatou o pedido do delegado.

Nas buscas feitas na residência do bancário, o delegado encontrou uma pistola de 9mm.

Depois de preso

Hoje, Alexander cumpri pena em Caraúbas, e é um preso de confiança. O mesmo trabalha no Cartória dentro da Cadeia, para remição de pena.

A equipe de reportagem do Mossoró Notícias, entrou em contato com a Diretora da Cadeia de Caraúbas, Ivina Benevides, que nos relatou que o detendo teve a pena anulada do primeiro julgamento e que os advogados estão tentando um habeas corpus, para que ele fique livre até novo julgamento.
Sobre como fica a situação de Alexsander após aprovação, a diretora relator:

"A matrícula será feita e veremos como poderemos agir para que ele curse a faculdade"

A diretora ainda relatou que o mesmo já cursa um faculdade, a de Pedagogia, mas que é a distância.

Fonte: Mossoró Notícias

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo