Potiguar de Caraúbas está entre os assaltantes mortos no confronto com a Polícia Militar da Paraíba

O caraubense Edi Carlos de Lima, conhecido como "Garrote", 43 anos de idade, está entre os seis assaltantes mortos durante confronto armado com policiais militares do Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOSaC) da Paraíba. O confronto ocorreu na tarde de sábado 19 de setembro de 2020, na zona rural de Catingueira no sertão paraibano.

De acordo com a polícia, a quadrilha tinha explodido uma agência do Banco do Brasil, na madrugada de quarta feira (16) na cidade de Coremas/PB. Durante a ação, o grupo criminoso, incendiou um carro em frente a uma igreja.

Ainda de acordo com a polícia, cerca de dez homens em quatro carros estavam envolvidos no crime. Depois do assalto, as polícias da região se mobilizaram para prender o bando. O GEOSaC continuou por mais de 80 horas no mato, até que conseguiu localizar parte da quadrilha, foi quando se deu o confronto.

Na troca de tiros, seis assaltantes morreram e nem um policial ficou ferido. Segundo a polícia paraibana, os seis assaltantes mortos faziam parte de uma quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes, que agia em vários estados do Nordeste principalmente no Rio Grande do Norte, Paraíba e pernambuco.

Identificação dos mortos:

Edi Carlos de Lima, o "Garrote", de 43 anos, residente no Sítio Baixa Grande, zona rural de Caraúbas no Rio Grande do Norte, Fábio Leite de Lacerda, o “Fábio Galego", de 44 anos, natural de Catingueira/PB e residente na Rua Rosilda Gomes Fragoso Albuquerque, 2020, Cuiá, João Pessoa/PB; Francieudo da Silva Alves, o “Coremas” de 35 anos, natural de Coremas/PB e residente no Sítio Riacho do Meio, zona rural, de Santa Cruz/PB; Francisco Humberto Marques da Luz Júnior, o “Orelha”, de 40 anos, natural de Afogados da Ingazeira/PE e residente na Rua José Queiroz, naquela cidade.

Pedro Washington Pereira, o “Pedro Cesário", de 30 anos, natural de Santa Cruz/PB e residente na Rua Luiz Severiano, naquela cidade e Francileudo de Sousa Torres, o “Boião“, de 36 anos, natural de Patos/PB e residente na Rua Francisco Trindade, Bairro Alto da Tubiba, naquela cidade.Assaltantes sendo levados para o hospital (Foto Debate Paraíba)

Fonte: Blog Sidney Silva/Texto Fim da Linha

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo