Preso de Justiça de 25 anos é executado dentro de carro com mais de 30 tiros em Mossoró

A cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte registra mais um homicídio provocado por disparos de arma de fogo, o segundo em menos de 24 horas e eleva para 109 o número de pessoas assassinadas no município em 2020.

O crime aconteceu por volta das 07h30min desta manhã de terça-feira, 18 de agosto de 2020 na Rua Lupercínio Fernandes Queiroz, em frente ao residencial Teodoro I no Loteamento Três Vintêns. O preso de Justiça monitorado por tornozeleira eletrônica, Michael Bruno Praxedes Barbalho, conhecido como "Bruno Modelo" 25 anos de idade, foi executado com tiros de pistola e escopeta 12.

Segundo a Polícia Militar, que foi acionada para atender a ocorrência, "Bruno Modelo", como era mais conhecido, saía em chegaram em um carro e após executarem a vítima fugiram em direção ignorada. A perícia criminal recolheu 30 capsulas de calibres .40 e 12, que ficaram espalhados em volta do veículo.

O perito criminal Marcos Dayan informou que a vítima foi atingida com pelo menos 20 tiros, não teve qualquer chance de defesa e morreu dentro do veículo. Michael Bruno era preso de justiça, estava no regime semiaberto, monitorado por meio de tornozeleira eletrônica.

Ele respondia na justiça por crimes de receptação (artigo 180) e Roubo (artigo 157). Em março de 2015 Michael Bruno foi preso juntamente com outro indivíduo, suspeitos de participação em um assalto a uma ótica na cidade de Assu. Na ocasião a polícia apreendeu com a dupla, dois revolveres, munições e objetos subtraídos do estabelecimento comercial.

Em junho de 2018, Bruno Modelo voltou a ser preso, desta vez pela Delegacia de Furtos e Roubos, no Conjunto Nova Mossoró. Com ele foram presos outras quatro pessoas, sendo que uma delas já foi assassinada. Com o quinteto a polícia Civil, apreendeu uma Pistola, cartelas de munições calibres 38 e 12 além de equipamentos, como Cilindro de Oxigênio, marreta.

Após ser condenado e passar um tempo na prisão, Michael Bruno ganhou o benefício da justiça de sair do regime fechado e ir para o semiaberto, monitorado por tornozeleira eletrônica e nesta terça-feira acabou sendo assassinado. A Polícia ainda não sabe qual teria sido a motivação do crime. Mossoró chega aos 109 assassinatos em 2020.
Fonte: Fim da Linha

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo