Messias Targino está entre as piores cidades do RN em transparência no combate ao Covid-19

Messias Targino, com 300 pontos, é destaque entre os piores municípios do Rio Grande do Norte no que diz respeito a transparência no combate ao Covid-19. São avaliados pelo sistema de critérios como: saúde do portal (100), qualidade dos dados do portal (100), usabilidade do portal (100), disponibilidade do portal (100), série histórica (100) e qualidade da despesa (200).

Segundo dados do sistema Confúcio (https://confucio.gaeco.mprn.mp.br/#), ferramenta utilizada pelo MPRN para acompanhar portais da Transparência durante pandemia, o município, até o dia 3 de julho, estava com nota zero no quesito usabilidade do portal, que inclui a disponibilização de email para contato, telefone disponibilização de FAQ / perguntas frequentes, glossário; série histórica, que avalia a atualidade das informações sobre as despesas públicas; e qualidade da despesa, que avalia os dados referentes às despesas disponibilizadas pelo município.

De acordo com o que foi divulgado pela Associação do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (https://agorarn.com.br/cidades/covid-19-mprn-lanca-sistema-para-acompanhar-portais-da-transparencia/), em 29 de maio, Messias já estava entre as piores do RN por não ter portal de transparência durante o período de monitoramento. O ranking muda conforme alimentação dos portais, mesmo assim, o município continua com informações limitadas no que diz respeito a transparência na divulgação dos dados. Fazendo um comparativo de 29 de maio até 3 de julho, o município continua somando 300 pontos.

Os recursos destinados a cidade de Messias chegam ao montante de R$128.700,00. A ideia do portal é tornar acessível ao cidadão informações sobre seu Município no que diz as políticas emergenciais que vem sendo adotadas pela gestão.

Embora a cidade registre hoje, 3 de julho, 12 casos confirmados, desses, 5 ainda em tratamento, e dois óbitos, as informações sobre como vem sendo feita a aplicação dos recursos no combate a Covid continuam limitadas.

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo