Preso de justiça usando tornozeleira eletrônica é morto dentro de casa em Umarizal

A cidade de Umarizal, situada no alto oeste potiguar amanheceu o dia contabilizando mais um homicídio no ano de 2020, dessa vez a vítima foi o detento do regime semi-aberto, monitorado por tornozeleira eletrônica, Jenner Everton da Silva, 36 anos, conhecido popularmente por "Geninho".

Segundo familiares, quatro elementos chegaram por volta das 03:00 horas da madrugada desta terça-feira, 14/04, na casa situada na Rua João Abílio, 315, e após anunciarem que se tratava de policiais, cortaram o cadeado do portão, quebraram a porta e invadiram a casa, todos com armas em punho e lanternas, foram até o quarto onde Geninho dormia na companhia de uma irmã e o executaram com vários tiros de pistola calibre 380.
Geninho havia passado quase dez anos preso por crimes de prática de roubos e tráfico de drogas e tinha ganhado o semi-aberto com o uso de tornozeleira eletrônica no dia 27 de janeiro de 2020. "Ele me prometeu que não estava mais envolvido em coisas erradas", Disse a mãe da vítima.

A investigação de mais esse homicídio na cidade ficará a cargo da equipe da Polícia Civil que tem como Delegado titular o Bel. Christiano Othon.
Fonte: Umarizal News

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo