Fotógrafo Julgado por tentar matar a ex-companheira estrangulada em Mossoró pega 6 anos de prisão no fechado

O fotógrafo Nazareno Rosa de Lima de 43 anos, natural de Antônio Martins, foi condenado a 6 anos e 10 meses de prisão, em julgamento pelo Tribunal do Juri Popular de Mossoró, ocorrido nesta terça-feira, 26 de novembro de 2019, no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins.

O réu foi julgado por ter tentado matar estrangulada, sua ex-companheira, Ana Karina Targino de souza, crime ocorrido no início da madrugada do dia 1º de junho do ano passado (2018) na Rua Lourinha Meneses no Conjunto Resistência, Bairro Santa Delmira em Mossoró na região oeste Potiguar.

Segundo consta na denúncia formulada pelo Ministério Público, Nazareno Rosa teria pulado o muro da residência, invadido a casa da ex-esposa e usando um cabo de antena parabólica tentou asfixiá-la enrolando o fio em seu pescoço. O pai da vítima que reside ao lado, ouviu os gritos da filha, conseguiu entrar na casa e salvar a vida de Ana Karina.

A denúncia narra ainda que após tentar matar sua ex-companheira, o denunciado, agora condenado, se armou de facão e saiu para a rua ameaçando a vítima de morte, foi quando populares acionaram a Polícia Militar, que após diligências, conseguiu prender o acusado na Avenida Rio Branco, que ainda estava de posse da arma branca.

Após os debates entre o Ministério Público, representado pelo promotor Ítalo Moreia Martins e o Defensor Público, Diego Melo da Fonseca, o Conselho de Sentença, decidiu por condenar o réu. O juiz presidente do TJP Dr. Vagnos Kelly de Figueiredo, prolatou a sentença de 6 anos e 10 meses de prisão em regime fechado.

Fonte: Fim da Linha

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo