PSOL critica postura do governador do RJ e diz que operação da PM foi uma "tragédia"

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que sempre se posicionou contra o trabalho da Polícia Militar e a favor da bandidagem, criticou a postura do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, ao descer do helicóptero comemorando o fim do sequestro sem reféns mortos ou feridos.

Nas redes sociais, o PSOL considerou a ação que salvou 37 pessoas uma "tragédia". "Quando um governador pousa no local de uma tragédia, é um sintoma grave da crise humanitária que vivemos. E isso foi que Wilson Witzel. Solidariedade ao povo carioca em mais uma manhã difícil", disse nota do partido.

Nota do Blog: Só um lembrete para os eufóricos que criticam a reação do governador do RJ com o fim do sequestro. Ele não estava comemorando a morte do bandido, mas a sim a operação bem sucedida que salvou várias pessoas. A decisão de morrer foi única e exclusiva do sequestrador. Quem poupa o lobo, sacrifica a ovelha! Entendeu?
Fonte: Blog do Ismael Sousa

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo