Em Campo Grande, professora se diz perseguida e faltou enterro de cunhado por medo de represálias

Desde o dia de ontem, que recebemos que recebemos diversos áudios com narrativas pertinente a possível perseguição vinda da Secretária de Educação do município de Campo Grande, no Médio oeste potiguar.

Em contato com a professora Eliane, que nos repassou áudios, porém, necessário é entender melhor, para que possamos veicular matéria mais ampla e com fonte comprovada.

Hoje, recebemos o texto abaixo, que denota a urgente necessidade de resolução deste impasse. No referido texto, a professora Eliane Alencar cita que deixou de ir ao sepultamento do cunhado, por receio de ser perseguida pela gestão atual.
Fonte: Blog RN Política em Dia

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo