ADESC divulga critérios de seleção, participação e analises de projetos no PNHR para Campo Grande, Janduís e Almino Afonso

A ADESC – Associação de Desenvolvimento Social e Comunitário, entidade organizadora habilitada junto ao Ministério das Cidades para atuar com o Programa Nacional de Habitação Rural – PNHR, nos municípios de Campo Grande, Janduís e Almino Afonso, apresenta a Caixa Econômica Federal Projeto de Construções e Reformas de unidades habitacionais nestes municípios. 

No dia 07 de junho de 2018 o Ministério das Cidades publicou a Portarias 366 e 368/2018 - PNHR que permite as entidades habilitadas neste Programa a Ratificação de Projetos, antes apresentados e não contratados, ou ainda, a apresentação de novas propostas.

Desta forma no município de CAMPO GRANDE a ADESC estar apresentando projeto a GIHAB/NA, que consiste na construção de 10 unidades habitacionais rurais para as famílias do Projeto de Crédito Fundiário da FAZENDA NOVA VIDA, zona rural do município de Campo Grande/RN, onde os agricultores familiares estão organizados na ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DA AGRICULTURA FAMILIAR DA FAZENDA NOVA VIDA.

Os projetos a serem selecionados pelos Agentes Financeiros e Ministério das Cidades de acordo com o previsto nas Portaria nº 366 e 368/2018 de 07 de junho de 2018, consideram os seguintes critérios:

a. disponibilidade orçamentária;
b. déficit habitacional municipal rural;
c. total de contratações no município, no âmbito do PNHR;
d. condições de vulnerabilidade das famílias beneficiárias em conformidade com suas características socioeconômicas;
e. recorte territorial definido pelo Programa Territórios da Cidadania;
f. características de projeto relacionadas ao desenvolvimento rural sustentável."


Além dos critérios anteriormente citados o PNHR exige que os beneficiários, devam:

- Ser agricultor (a) familiar, pescador artesanal, indígena, quilombola ou assentado da Reforma Agrária;
- Não ter se beneficiado a qualquer época de programa de habitação;
- Não possuir imóvel rural ou urbano em seu nome;
- Possuir Declaração de Aptidão ao Pronaf – DAP;
- Não estar registrado no Cadim, Cadmut e outros cadastros restritivos federais;
- Ter renda anual de até R$ 17.000,00.

A ADESC estar organizando os projetos técnicos para serem entregue na Gerência Estadual de Habitação – GIHAB/NA - Caixa Econômica Federal até o dia 05 de julho do corrente ano. É previsto que os agentes financeiros possam analisar em 60 dias os projetos para contratação e posterior execução.

Fonte: Adesc

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo