Procurado por 9 homicídios no Pernambuco se passava por evangélico em Assú-RN

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira, 3, um perigoso homicida pernambucano no município de Assú, na região do Vale do Açu. Charles Gomes Guimarães, 53 anos, (foto acima) é acusado de 9 homicídios nas comarcas de Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho, ambas no estado no Pernambuco. 

Morando em Assú há 11 anos, Charles Gomes foi vítima de um estelionatário que se apresentava na cidade como Sargento do Exército Brasileiro. No golpe, ele teve um prejuízo de R$ 7.500 e foi até a delegacia para identificar o acusado. Na cidade, ele tinha um comércio de produtos usados junto com a esposa. 

Mas, para a surpresa de todos, ao comparecer à delegacia enquanto vítima do estelionatário, Charles Gomes agiu de forma agitada e com pressa para ir embora, o que causou a desconfiança por parte dos policiais. Após checar o histórico de Charles, os policiais constataram que ele estava foragido da justiça do Pernambuco. 

Ele é acusado de 9 homicídios praticados entre 1988 e 1994. Em um dos processos de Cabo de Santo Agostinho, Charles é acusado de matar três pessoas para vingar a morte de um sargento da PM amigo dele. Eram dois irmãos e um comparsa. Sobre o outro homicídio, o acusado disse que atuou como motorista do carro para amigos matarem um inimigo. Já em Jaboatão, foram 5 vítimas de uma só vez. 

O delegado afirmou que, apesar do histórico violento do acusado, ele se dizia ser evangélico, tinha bom relacionamento com todos, inclusive no meio político e polícia. Era muito reservado e pacato. "Não se estressava com ninguém", disse Cidorgeton. 

Após receber voz de prisão, o homicida foi transferido para a Cadeia Pública de Mossoró, onde aguardará transferência para o sistema prisional do Estado do Pernambuco. A Polícia Civil de Assú já comunicou a Polícia do Pernambuco sobre a prisão do foragido e solicitou a transferência. 

O estelionatário Fábio Alves Conceição dos Santos (foto à direira), que se passava por Sargento do Exército Brasileiro, também foi preso e foi encaminhado para o sistema prisional potiguar. 

Segundo a Polícia, ao saber do histórico violento de sua vítima, o falso sargento disse que lhe pagaria cada centavo. A Polícia Civil de Assú informa que denúncias anônimas sobre suspeitos de crimes podem ser feitas pelos telefones: 181 ou 9 8155-2956 e 9 9992-2122.
Fonte: Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo