Messias Targino poderá ganhar santuário dedicado à Mãe de Jesus

Por enquanto, o assunto ainda está no campo das ideias, mas com enorme possibilidade de se tornar uma realidade. Em Messias Targino brevemente poderá existir um santuário dedicado a Maria, a mãe de Jesus Cristo, na forma de estátua de Nossa Senhora das Graças, padroeira do Município.

A estátua seria erguida na serra localizada a poucos quilômetros da zona urbana messiense, e em torno dela seria construído um pequeno santuário, com obras que facilitem o acesso ao local.

Esse pensamento seria comum ao padre Américo Leite, administrador da Paróquia de Nossa Senhora das Dores (de Patu) e da Capela de Nossa Senhora das Graças (de Messias Targino), e aos eleitos em 2 de outubro para administrar o Município, prefeita Shirley Ferreira Targino e vice-prefeito Pola Pinto.

A construção de uma estátua dedicada a Nossa Senhora das Graças - um dos muitos títulos dados pela Igreja Católica a Maria, mãe de Jesus Cristo - serviria para estímulo à fé dos cristãos-católicos, para que se crie romarias ao local e também - e nesse particular se tem o interesse público - para fomento à economia do Município, já que o turismo religioso é uma das formas de melhoramento da economia local.

Em Santa Cruz, cidade localizada na região do Trairi do Rio Grande do Norte, praticamente dobrou o número de hotéis e pousadas após a construção da estátua de Santa Rita, padroeira daquele Município. O Município como um todo viu sua economia melhorar significativamente, pois é grande o número de romeiros cristãos-católicos que fazem romarias no local. Em cada romaria, o comércio e alguns prestadores de serviços lucram com a permanência dos romeiros no Município, principalmente os que trabalham com hospedagem, alimentação e transporte de pessoas.

Para a construção de um santuário dedicado a Nossa Senhora das Graças em Messias Targino, a Prefeitura messiense poderá contar com a parceria da iniciativa privada, já que o assunto interessa diretamente a todos, pois o fortalecimento da economia através do turismo religioso beneficia a todos.

Um exemplo dessa integração entre Igreja Católica, Poder Público e inciativa privada pode ser visto em Aparecida do Norte, no interior de São Paulo, onde está edificado o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Lá, por exemplo, se porventura ocorrer um problema qualquer com pessoa que esteja em romaria e seja necessário que se estenda a permanência dessa pessoa e dos seus familiares na cidade de Aparecida, a rede hoteleria, que fica lotada durante as romarias ali realizadas, encarrega-se de prestar auxílio na forma de hospedagem aos familiares do romeiro que passa pelo problema.

Após 1º de janeiro de 2017, quando Shirley Ferreira Targino tomará posse pela terceira vez como prefeita de Messias Targino, é provável que as conversas em torno do assunto sejam reiniciadas com maior objetividade.

Fonte: O Messiense

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo