Suspeito baleado em Umarizal abastecia quadrilha com mulheres e drogas

Foto: Arquivo Pessoal

O suspeito que foi baleado na noite de quinta-feira (14), em operação da polícia na cidade de Umarizal, era o responsável por abastecer a quadrilha com motos, celulares, comida e até mulheres. A informação foi repassada ao MOSSORÓ HOJE pelo delegado Erick Gomes.

“Era ele quem abastecia toda a quadrilha. Trazia celulares, gasolina, comida, drogas e até mulheres”, informou Erick Gomes, responsável pelas investigações.

Lucas "Buião", como é conhecido, está internado no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. Ele foi baleado pela polícia quando o grupo de criminosos reagiu à abordagem e iniciou o tiroteio.

Na ocasião, outro suspeito foi morto e os demais fugiram.

Segundo o delegado, a operação tem como objetivo desarticular uma quadrilha que atua em toda a região do Médio Oeste. “Eles praticam assaltos a empresários e matam por brincadeira”, revelou.

Dentre os crimes praticados pelo grupo destacam-se cerca de cinco homicídios cometidos contra funcionários da empresa de vigilância Puma, na cidade de Caraúbas. Ainda de acordo com o delegado, foi a quadrilha que matou duas pessoas e deixou outras três feridas no último dia 27 de junho, também em Caraúbas.

Na manhã desta sexta-feira (15), cerca de 50 policiais com o apoio do helicóptero da Secretaria de Segurança realizam buscas aos três suspeitos que fugiram durante a troca de tiros. Eles foram identificados como Gustavo da Silva Nogueira, conhecido como “Gustavo matador”, Érico Soares Lopes, conhecido como “Leco”, e Luan "Pica-Pau".

Erick Gomes nega que a quadrilha se resuma a esses cinco, mas enfatiza que eles são considerados os líderes. “Existem muito mais, mas se a gente prender eles, a gente desarticula toda a quadrilha”, contou.

A busca aos suspeitos não tem hora prevista para terminar.

Fonte: Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo