Sequestrador Wilson Trajano diz na Deicor que só rouba carro-forte

Policiais militares prenderam em flagrante, na tarde desta terça-feira (05) na cidade de Canguaretama, Wilson Trajano de Freitas, 50 anos, por assaltar um militar e roubar do mesmo um veículo de marca gol e a quantia de R$ 150,00 reais.

O homem foi transferido para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, onde se identificou como Radames Gomes, 41 anos, portando documentação falsa com esse nome, e sendo autuado pelos crimes cometidos.

Durante a autuação, a diretora da Diretoria de Polícia da Grande Natal (DPGRAN), Sheila Freitas, tomou conhecimento da prisão além de ter recebido a imagem de “Radames”, reconhecendo o mesmo como Wilson Trajano.

O bandido é o líder da quadrilha que sequestrou o empresário Fabinho Porcino no dia 10 de junho de 2013 na cidade de Mossoró, crime pelo qual Sheila Freitas foi responsável pela investigação, identificação e prisão dos sequestradores.

Wilson Trajano foi preso pelo crime e estava no presídio de Alcaçuz, onde fugiu com mais 32 presos no dia 08 de junho deste ano.

De acordo com a delegada Sheila Freitas, Wilson confessou a utilização do documento falso após a ter avistado na delegacia, onde ela teria ido para reconhecer o homem.

“A polícia não sabia que ‘Radames’ se tratava do mentor do sequestro de Fabinho Porcino, mas após o recebimento de sua imagem, o reconheci como sendo o Wilson que cometeu o crime, mesmo o delito tendo ocorrido há três anos”, diz a delegada.

Sheila Freitas disse mais: “Após o fato, me dirigi à delegacia de plantão da Zona Sul para o reconhecimento e no momento em que ele me viu, disse a verdade acerca de sua verdadeira identidade”, acrescenta.

Ao ser perguntado se de fato teria roubado o carro do militar, ele afirmou que só roubava carro-forte. “Entrei em contato com o secretário da Secretaria de Justiça e Cidadania do estado (Sejuc) para que Wilson Trajano seja transferido para um presídio de segurança máxima”, detalhou a delegada da DPGRAN, Sheila Freitas.

Na época do crime contra o empresário em 2013, Sheila Freitas era diretora da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor).

O mentor do crime, José Wilton Trajano de Freitas, foi preso no dia 18 de junho de 2013 e condenado a 46 anos e seis meses de prisão.

Além do sequestro de Fábinho Porcino, ele também respondia na Justiça por outros crimes, dentre esses outros sequestros. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. É considerado muito perigoso.

Fonte: Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo