Adolescente é morto com 13 tiros de pistola em Mossoró

Foto: Ismael Sousa / MH

Um adolescente de 16 anos foi executado com vários tiros de pistola na tarde desta segunda-feira (20). O crime aconteceu na Rua Teófilo Saraiva, na Alameda dos Cajueiros, região Leste de Mossoró.

De acordo com a Polícia, um homem em uma motocicleta e usando capacete chegou até a residência e, aproveitando que o portão estava aberto, entrou no imóvel e atirou várias vezes contra Wanderley da Silva Maia, conhecido como “Potó”. Ele foi atingido com 13 disparos de pistola 380.

Uma viatura do 12º que realizava patrulhamento na região recebeu o comunicado através do COPOM informando que populares haviam escutados vários tiros nas proximidades do Sindicato dos garis.

“A aproximadamente as 13h50, o COPOM passou para a gente que estava havendo uns disparos. Como estávamos próximo, deu tempo de chegar quase em cima do fato. Infelizmente não tivemos como ver os autores dos disparos e nem quantos eram. Entramos na casa e encontramos o jovem já na cozinha todo ensanguentado e em óbito”, disse o Cabo J. Pereira.

No local os peritos encontraram várias capsulas de pistolas espalhadas pelo chão. Eles afirmaram que os tiros começaram na área da residência e em seguida o suspeito seguiu atirando até a cozinha onde se encontrava a vítima.

Familiares do jovem estiveram no local e informaram que ele estava recebendo ameaças de morte. O tio de Wanderley revelou ao MH que o jovem morava no bairro Quixabeirinha e recentemente teria se mudado para a Alameda dos Cajueiros por conta das ameaças.

“A família fez de tudo para tentar tirar ele de lá por conta das ameaças. Em uma das tentativas de mata-lo, os criminosos invadiram a casa e ele só conseguiu escapar da morte porque se escondeu de baixo de uma cama”, disse o tio que preferiu não se identificar.

O delegado Antônio Augusto, titular da Delegacia de Homicídios de Mossoró, disse que vai ouvir testemunhas e familiares na tentativa de identificar os suspeitos do crime.

“Nós estamos nos primeiros contatos com a família para colher essas informações. Aparentemente deve ter sido algum conhecido dele, ou então ele estava com a porta aberta, pois não há sinais de arrombamento”, ressaltou o delegado.

O corpo de Wanderley foi removido por uma equipe do Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP) e encaminhado para autopsia. O caso será investigado através de inquérito policial pela DEHOM.

Fonte: Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo