Acusado de matar comerciante em Apodi é transferido para Alcaçuz

O presidiário Antônio Renato Moreira de Souza Filho, o “Renatinho” de 20 anos, foi transferido do Centro de Detenção Provisória de Apodi para a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta.

Ele estava preso há vários meses, onde cumpria pena por assalto e aguarda resultado do julgamento pelo crime de latrocínio, cometido no final do ano passado.

A transferência aconteceu nesta semana e foi solicitada no início do ano devido a suas tentativas de fugas do CDP e sua periculosidade.

Em Alcaçuz, Renatinho deverá ficar em uma ala especial, destinada para presos que praticam crimes contra idosos, mulheres e crianças, uma vez que em cadeias maiores, os presos dos pavilhões não permitem a convivência com acusados desses tipos de crimes.

Renatinho ingresou no crime ainda na adolescência e foi internado em todos os Centros Integrado de Atendimento ao Adolescente acusado de Ato Infracional.

Ao se tornar maior de idade foi preso acusado de assaltos. Enquanto cumpria pena no regime semiaberto, ele matou o comerciante Antônio Leão da Silva, a facadas e pauladas, para roubar.

O crime chocou a população de Apodi e, durante as investigações, Renatinho confessou o latrocínio ao delegado Renato Oliveira.

Fonte: Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo