Venda de campos petrolíferos em Apodi e Macau ocasionará perda de R$ 1 bilhão

Foto: Josemário Alves / MH

O Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro/RN) anunciou que o Rio Grande do Norte pode perder quase R$ 1 bilhão com a venda já anunciada de 38 campos de petróleo em terras potiguares.

Os 38 campos potiguares que serão vendidos ficam localizados na região de Apodi (34 concessões) e em Macau (4 concessões).

O anúncio foi feito nesta terça-feira (05) durante audiência pública na Câmara Municipal de Natal.

A possível perda de receita é alta porque os campos que serão vendidos representam 25% da produção em todo o Estado, ou seja, 16 mil barris de petróleo por dia.

“É uma receita certa que a Petrobras perde, numa área em que tem infraestrutura, logística e pessoal. Ela vai vender e deixar de arrecadar isso”, destacou o diretor de comunicação do sindicato, Márcio Dias.

Nos cálculos do Sindipetro, os 16 mil barris representam US$ 250,84 milhões por ano a menos, quase R$ 1 bilhão, quando feito a conversão para a moeda brasileira.

“O que estamos dizendo é que a Petrobras vai se desfazer de um patrimônio público. As atividades da empresa no estado não são só a produção, são "n" projetos, muitos milhões que financia. Empresas prvadas não teriam o mesmo interesse, a mesma desenvoltura. Elas vão querer tirar o petróleo com o menor custo possível, e isso significa subtração de empregos, salários menores e diminuir a economia do RN”, concluiu Márcio.

Com informações do Tribuna do Norte via Mossoró Hoje

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo