O Governo Federal lançou a 2ª. fase do Projeto Dom Heldér Câmara com ampliação de municípios atendidos

Nesta terça-feira (22), no auditório do Sindicato dos/as Trabalhadores/as Rurais de Apodi, foi realizado o ato de lançamento da 2ª. fase do Projeto Dom Heldér Câmara/Ministério do Desenvolvimento Agrário no Estado do Rio Grande do Norte com a ampliação do atendimento de municípios no território Sertão do Apodi. O anúncio foi feito no colegiado territorial por Espedito Rufino, diretor do PDHC; juntamente com o Delegado Federal do MDA no RN, Caramurú Paiva; e demais representantes das federações, sindicatos, prefeituras, cooperativas, ONG e associações comunitárias rurais.

Na primeira versão do Projeto Dom Helder, ocorrida de 2002 a 2014, teve um resultado tão positivo que o fez ser considerado por muitos como a mais completa ação do Governo Federal na promoção do desenvolvimento rural com ampliação da cidadania e exercício concreto de atividades que fortaleceram a convivência com o semiárido. O PDHC combina assistência técnica permanente, capacitação, fundo de investimento e articulação de politicas públicas, sobretudo, através da abordagem territorial. Essa é a opinião de Nenén, agricultora e sindicalista de Olho Dagua do Borges, que afirmou ter “mudado de vida depois do apoio do Dom Heldér”.

O diretor do Projeto Dom Heldér Câmara, Espedito Rufino, apresentou as principais novidades desta nova fase. “a metodologia continua a mesma, mas mudaremos as famílias assessoradas”, afirmou. Outra informação comemorada pelo território foi à ampliação de 10 para 17 municípios atendidos pelas ações do PDHC. “Vamos selecionar com as famílias considerando a condição de pobreza, as populações remanescentes de quilombolas, povos indígenas e levando em consideração os lugares que ainda não possuem assistência técnica pelas outras formas de financiamento do Ministério do Desenvolvimento Agrário”, concluiu Espedito.

O Delegado Federal do MDA no Estado, engenheiro agrônomo Caramurú Paiva, comemorou a ampliação dos municípios atendidos e o retorno do Projeto Dom Heldér Câmara. “O Governo Federal reafirma o seu compromisso com a agricultura familiar do semiárido oferecendo um grande projeto para o Sertão do Apodi cujo resultado é mais investimento concreto nos assentamentos e comunidades e ao mesmo tempo um maior estímulo à gestão social do desenvolvimento territorial com o fortalecimento do colegiado”, afirmou Caramurú Paiva. Com a ampliação serão atendidos os municípios de Paraú, Triunfo Potiguar, Campo Grande, Upanema, Felipe Guerra, Apodi, Caraúbas, Olho Dagua do Borges, Patu, Messias Targino, Rafael Godeiro, Umarizal, Severiano Melo, Itaú e Rodolfo Fernandes.

O lançamento da nova fase do Projeto Dom Heldér Câmara/MDA-Governo Federal foi prestigiado por mais de 200 participantes que representava a sociedade civil e órgãos de governos com atuação na região. Dentre as autoridades que participaram deste momento, estiveram Dr. Emanoel Márcio, coordenador do NEDET/UERN-MDA; vereador Zé de Zezinho, presidente da Câmara de Vereadores de Messias Targino; Zuleide Araújo, coordenadora da Rede PARDAL; Claúdia Oliveira, coordenadora da microrregional da ASA médio oeste; professor Aluisio Dutra, vice diretor do campus UERN Patu; Nenén do Gás, Secretário de Agricultura de Paraú; Naédson, diretor da FETARN; Pola Pinto, diretor da FETRAF RN; Gonçalo Filho, coordenador estadual do PDHC; e dezenas de outras lideranças e gestores/as públicos/as do território.

Assessoria

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo