Condenado por morte de pacientes, ex-médico vira “dentista” em presídio do RN

Fonte: G1/RN – Apontado como responsável pela morte de cinco mulheres e ainda acusado de causar lesões corporais graves em 29 pacientes de Goiás e do Distrito Federal entre os anos de 2000 e 2002 – todas vítimas de complicações após cirurgias plásticas – o ex-médico Marcelo Caron foi filmado atuando como dentista na maior unidade prisional do Rio Grande do Norte, a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, que fica em Nísia Floresta, município da Grande Natal.

O G1 teve acesso às imagens e, com exclusividade, entrevistou o ex-cirurgião. Segundo ele, o fato aconteceu na semana passada. “Esse atendimento, na verdade, é uma prestação de socorro ao colega apenado, o interno que está preso, que não tem um atendimento devido, devido a falta de atendimento na rede. Foi um trabalho humanitário”, justificou.

“As pessoas podem ver que o atendimento ali é um atendimento de socorro, que não é nada dentário, não tem nenhum tratamento de processo odontológico ali, que não é visto nenhum material que é visto na filmagem. O material é a cadeira do dentista, é o lugar que se usa para abrir a boca. O rapaz ali tinha um abscesso na boca. O que a gente tá fazendo ali é um curativo na boca”, acrescentou.

© WWW.CGNAMIDIA.COM - 2010/2016. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: D'Creative Agência Digital
imagem-logo